Jornalistas brasileiros são agredidos por torcedores alemães em Paris

EXCLUSIVO - ANI

As jornalistas do canal esportivo Esporte Interativo Bibiana Bolson e Isabela Pagliari sofrem violência de torcedores e policiais na noite de Sábado (18), em Paris, e divulgaram o ocorrido nas redes sociais.

As duas profissionais estavam trabalhando durante a cobertura da Eurocopa. “Mas ontem vivemos algo que vai ser difícil esquecer, nos sentimos humilhadas, impotentes e CRIMINOSAS”, conta a jornalista Bibiana. (via rede social de Bibiane Bolson).

NOTA - A Associação Nacional e Internacional de imprensa – ANI, enviou Nota de Apoio aos jornalistas, endereçada a Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abert).

Repórter e cinegrafista da emissora Band foram cercados por alemães e foram alvo de racismo. Ninguém foi preso. Policial francês alegou que vítimas não sofreram ferimentos graves.

Jornalistas da emissora Band foram agredidos por torcedores alemães antes da partida entre Alemanha e Polônia na noite de quinta-feira (17/06).

O ataque ocorreu em frente à estação de trem Gare du Nord. Alemães cercaram a repórter Sônia Blota e o cinegrafista Fernando Henrique de Oliveira enquanto eles entrevistaram torcedores na rua. Os agressores gritaram "go out, niggers" ("saiam, crioulos").

"Nós ficamos assustados, não entendemos muito a reação, mas um deles pegou um tipo de bastão e começou a nos empurrar, como se fosse nos agredir", contou Oliveira ao site da emissora francesa RFI.

Apesar de os jornalistas terem se afastado, um agressor foi atrás da repórter. "Eu tentei protegê-la e neste momento ele deu um chute na perna dela. Quando me virei, ele repetiu 'go out, niggers' e me deu um tapa na cara", disse o cinegrafista.

Ninguém foi preso

Os jornalistas procuraram policiais que estavam próximos do local. Um comandante disse que não poderia deter os torcedores, porque a repórter e o cinegrafista não ficaram gravemente feridos.

"Foi um ato de intolerância racial. O pior foi a agressão moral. Foi um tapa e um chute na alma", disse Blota à RFI.

A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) repudiou a agressão dizendo ser "deplorável que jornalistas brasileiros sejam vítimas de ofensas racistas e agressões de qualquer tipo" no Brasil ou no exterior.

"É ainda mais assustador saber que a polícia francesa, que deveria zelar pela segurança da imprensa e dos torcedores, nada fez; apenas alegou que não houve ferimentos graves", diz a nota.

Sucesso de público, a Eurocopa tem sido marcado pela violência fora dos estádios. Até o momento o torneio tem registrado um número assustador de brigas e violência. Iniciado na última sexta-feira, o torneio conta com 323 detenções de hooligans e 196 prisões decretadas por brigas.

A Band é o único canal de TV aberta que tem transmitido os jogos da Eurocopa.

Posts Em Destaque
Posts Recentes

Associação Nacional e Internacional de Imprensa - ANI
anicomunicacao@gmail.com | @anibrpress
Rua Santa Luzia, 776 Gr. 903 | Rio de Janeiro / RJ - BRASIL

Copyright © ANIBRASIL.ORG.BR - 2015-2020 

All rights reserved.

Editor: Roberto Monteiro Pinho