No Congresso e no Judiciário, a ANI trabalhou em defesa das prerrogativas dos jornalistas e dos dire


(...) O ano de 2016 foi um ano de memoráveis vitórias da entidade. Um início de atividade, vanguardista, corajosa e combativa, defendendo a liberdade de expressão e os direitos humanos, o que suplantou a nossa avaliação preliminar.

A ASSOCIAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL DE IMPRENSA – ANI, atenta as prerrogativas e os direitos civis esteve durante o ano de 2016, focada na tramitação de Projetos de Leis (PL), Medidas Administrativas (MD), Emendas Constitucionais (EC), no âmbito do judiciário e no legislativo.

No primeiro trimestre de 2016 implantou o inédito “Plantão das Prerrogativas”, para defender jornalistas, mídia ativistas, e demais atores da mídia alternativa, deflagrando uma intensa batalha contra os abusos, a violação de direito e a ameaça a sociedade brasileira. Tendo atuado em incidentes, com a demandas jurídicas vitoriosas para os que utilizaram nosso dispositivo de defesa.

Anotem que tal instituto jamais foi admitido oficialmente em entidades do segmento. E não faltou coragem e destemor da ANI para lançar mão deste importante dispositivo da legalidade.