Nós da ANI estamos consternados diante da catástrofe que transformou em cinzas o Museu Nacional


NOTA OFICIAL

A Associação Nacional e Internacional de Imprensa – ANI, manifesta consternada em Nota Oficial, sua mais profunda tristeza, diante do trágico incêndio que destruiu o Museu Nacional do Rio de Janeiro, na noite de 2 de setembro de 2018 (domingo). Ali estava um santuário de 20 milhões de itens, uma página rara da cultura e todos importantes como elo histórico dos brasileiros e do mundo.


É preciso uma ágil e séria apuração das causas do incêndio no Museu Nacional, principalmente ao descaso em que se comprovado, estão homens públicos ou privados, devem responder criminalmente por terem contribuído para que esse desastre viesse ocorrer.


É preciso estar atento a efetividade a norma do artigo 216 da Constituição da República, que assinala o respeito ao patrimônio artístico, historio e cultural como identidade nacional.