CENSURA CRUEL A UM ÓRGÃO DE IMPRENSA, REMETE O PAÍS DE VOLTA A DITADURA COM O STF NO TOPO DOS ACONTECIMENTOS

April 17, 2019

“O mal que se faz a um, se faz a todos” – Roberto Monteiro Pinho – Presidente da Associação Nacional e Internacional de Imprensa – ANI

  

A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes de determinar à revista Crusoé a retirada do ar, da reportagem sob o titulo “O amigo do amigo de meu pai”. O ato autoritário e violador do preceito Constitucional sobre a Liberdade de Imprensa, do ministro se estendeu ao site O Antagonista.

  

Os fatos

  

A reportagem trata de um suposto codinome dado ao presidente do STF, Dias Toffoli, na lista do “departamento de propinas” da Odebrecht. Segundo a Crusoé, o ministro seria o “amigo do amigo do meu pai”.

  

O codinome “Amigo do meu pai” já tinha sido revelado anteriormente pela Lava Jato e seria o ex-presidente da República Lula da Silva (PT), atualmente preso em Curitiba, condenado pela Lava Jato pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. “Meu pai” identificaria Emílio Odebrecht, pai de Marcelo.

  

Nos termos da decisão do ministro Moraes, a Polícia Federal vai intimar os responsáveis pela publicação da reportagem “para que prestem depoimentos no prazo de 72 horas”, informou o site O Antagonista, de quem a revista é parceira.

  

Para o presidente da ANI, “atos de censura, jamais poderia existir no Estado Democrático e de Direito. Se no entendimento do ministro autor da medida que feriu o preceito constitucional da Liberdade de Expressão, existem meios legais, que ele conhece a fundo, que poderiam ser acionados, menos a arbitraria medida extrema, ao se valer do cargo, para determinar uma ‘ação policial’ e ameaçadora, que revela o ranço do autoritarismo que têm o repúdio de nos jornalistas e da própria sociedade”

  

“Nenhum veiculo de imprensa televisiva, radiofônico, impresso, eletrônico, jornalista ou repórter deve ser intimidade ao se deparar com medidas de violência, censura e constrição, quando no exercício da profissão”. No entendimento do criminalista, colunista e escritor Wanderley Rebello Filho, vice-presidente da ANI – “ao tentar calar a imprensa, o ministro autor da medida feriu frontalmente a Liberdade de Expressão” – concluiu.

  

NOTA OFICIAL DA ANI

 

A Associação Nacional e Internacional de Imprensa – ANI e a sua Comissão de Enfrentamento da Violência contra Repórteres e Jornalistas – CEVRJ, protestam contra a decisão do ministro Alexandre de Moraes, Supremo Tribunal Federal (STF), de proibir a divulgação da reportagem sob o título “O amigo do amigo do meu pai” na revista Crusoé e no site O Antagonista.

 

A decisão fere preceito da Carta Cidadã, tipifica como censura, sendo do próprio STF o papel de guardião da cidadania e da liberdade de expressão, cabendo a ele defende-los.

 

Ficam aqui nossos mais veementes protestos, lembrando que a legislação brasileira, permite a qualquer cidadão, quando ferido na sua moral e assim se julgar atingido pela imprensa, buscar na “Lei do Direito de Resposta”, sendo esse o remédio legal.

 

O artigo 12 da Lei de Imprensa enfatiza a obrigação de reparar, imposta á aqueles que, através dos meios de comunicação, causam danos de qualquer natureza a outrem:

 

                                                                 Art. 12. Aqueles que, através dos meios de informação e

                                                                divulgação, praticarem abusos no exercício da liberdade de

                                                                manifestação do pensamento e informação ficarão sujeitos

                                                                ás penas desta Lei e responderão pelos prejuízos que

                                                                causarem.

 

Ao CENSURAR, a mais alta Corte da Nação, na qual é o ministro autor do ato, que se MANIFESTE a exemplo nos episódios em que demonstrou guardião da LIBERDADE.

 

Rio de Janeiro, 15 de Abril de 2019

 

ASSOCIAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL DE IMPRENSA – ANI

 

COMISSÃO DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA CONTRA REPÓRTERES, JORNALISTAS E AFINS – CEVRJA

 

NIBRpress

 

Please reload

Posts Em Destaque

Direito de Resposta: um tema que precisa ser adequado a nova realidade global

September 2, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes

June 26, 2020

Please reload

Associação Nacional e Internacional de Imprensa - ANI
anicomunicacao@gmail.com | @anibrpress
Rua Santa Luzia, 776 Gr. 903 | Rio de Janeiro / RJ - BRASIL

Copyright © ANIBRASIL.ORG.BR - 2015-2020 

All rights reserved.

Editor: Roberto Monteiro Pinho