Associação Nacional e Internacional de Imprensa - ANI
+55 21 99653-0259 | anicomunicacao@gmail.com | @anibrpress
Rua Santa Luzia, 776 Gr. 903 | Rio de Janeiro / RJ - BRASIL

Copyright © ANIBRASIL.ORG.BR - 2015-2018 - All rights reserved.

Editor: Roberto Monteiro Pinho

NOTA DE REPÚDIO - LIBERDADE DE IMPRENSA

December 18, 2019

 

 

 

Uma liminar da Justiça do Rio de Janeiro concedida pela juíza Alessandra Cristina Tuvfesson determinou que a Prefeitura do Rio pare de impedir o acesso de jornalistas do Grupo Globo a eventos abertos à imprensa e que garanta a eles a possibilidade de formular perguntas em igualdade de direitos com os demais jornalistas.

     

A liminar foi concedida a pedido do Grupo Globo e a multa para cada descumprimento é de R$ 10 mil.

        

No dia 13 de dezembro, a Prefeitura do Rio impediu que profissionais do jornal O Globo, do G1, da GloboNews, da CBN e da TV Globo trabalhassem na cobertura jornalística de uma entrevista sobre o acordo firmado entre o município e o Ministério da Saúde.

                                  

A Associação Nacional e Internacional de Imprensa - ANI vem empreendendo  ações contra o desmando das autoridades que ferem flagrante a LIBERDADE DE IMPRENSA sendo uma constate em arrepio a Lei de Imprensa que pugna pelo acesso a informação.

 

Fatos dessa natureza são tratados pela ANI com REPÚDIO. E por tudo,  independe do veiculo de comunicação, e do argumento que envolva um determinado canal de comunicação com a sociedade,  como é o caso das emissoras e veículos do sistema Globo.

 

"A imprensa e o dever da verdade". - Rui Barbosa

 

Um dos aspectos que distingue os regimes democráticos dos regimes autoritários e totalitários é a noção de liberdade de expressão e de imprensa. Impossível que um Estado seja denominado democrático se não proporciona à sociedade os meios de expressarem seus pensamentos.

 

Ao vedar o acesso de um importante veículo de massa em que seu secretario e o próprio prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, na oportunidade  expôs medidas de atuação na questão da saúde, fatos vitais precisavam ser questionados e a presença de toda imprensa se fez necessário.

 

Como forma de indignação a dentro do principio de atuação da ANI, apresentamos o mais veemente REPÚDIO!

 

 

Rio de Janeiro, 16 de Dezembro de 2019

 

Associação Nacional e Internacional de Imprensa - ANI

Please reload

Posts Em Destaque

CASO CEDAE: A ÁGUA QUE MATA

January 21, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload