CASO CEDAE: A ÁGUA QUE MATA


"A água que não corre forma um pântano;

a mente que não trabalha forma um tolo".

(Victor Hugo)

A Associação Nacional e Internacional de Imprensa – ANI e suas Comissão da Saúde e Comissão da Defesa da Liberdade de Imprensa, Expressão e Direitos Humanos, na extensão da sua atuação em prol da cidadania e a segurança da população, no fiel cumprimento de JUSTIÇA, em face de matéria já veiculada na grande imprensa, manifesta sua indignação e repúdio ao fato que passa expor:

A Companhia de Estadual de Águas e Esgoto - CEDAE do Rio de Janeiro apresentou nos últimos dias inúmeras situações de abastecimento e por essa razão mister na esteira das providência solicitadas pelo Ministério Público Estadual (MPRJ conforme fez divulgar (...) "dê publicidade a mais de 70 laudos comprobatórios da qualidade da água disponibilizada à população do Estado do Rio, para atendimento integral à Portaria Consolidadora nº 05/2017, do Ministério da Saúde. Instada pelo MPRJ, a CEDAE disponibilizou em seu portal, no último dia 15/01, laudos comprobatórios da qualidade da água, mas que não cumprem o que foi requerido em recomendação expedida pelo GAEMA/MPRJ".