NOTA EM DEFESA DA SOCIEDADE


UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA

"A vida é significado; a vida é desejo".

(Charles Chaplin)

A Associação Nacional e Internacional de Imprensa – ANI e sua Comissão de Enfrentamento da Violência contra Jornalistas, Repórteres e Afins – CEV/RJ na extensão da sua atuação em prol da cidadania e a segurança da população e no fiel cumprimento de JUSTIÇA, em face de matéria já veiculada na grande imprensa, manifesta sua indignação e repúdio ao fato que ceifou a vida da menina Agatha Vitória, de oito anos, no Complexo do Alemão, na noite de sexta-feira.

O projeto do governador do Rio de Janeiro quanto a SEGURANÇA no Estado têm sido irresponsável e temerário. O número alarmante de 1.249 pessoas mortas em ações policiais até o mês de setembro em curso colide frontalmente com os Direitos Humanos o que enseja os esclarecimentos do governador a frente da administração estadual.

Temos o precedente quando em 9 de maio deste ano, o governador ao sobrevoar a bordo de um helicóptero da Polícia Civil sobre a cidade Angra dos Reis no interior do Rio de Janeiro, num ato inexplicável ocorreu uma "rajada de dez tiros de metralhadora" na direção de um grupo de religiosos que estavam reunidos no solo da comarca. Os tiros perfuraram uma lona azul estendida numa trilha do Monte do Campo Belo.