Brasileiros ficam 4h41min conectados em dispositivos móveis

As conexões móveis até dezembro de 2020 alcançaram 97% da população brasileira. Os usuários de internet se dividem entre os aplicativos de mensagens (96%), aplicativos de mídias sociais (97%) e aplicativos de entretenimento e vídeos (88%). Os aplicativos de compras são utilizados por 72%, enquanto os apps de internet banking alcançam 47%.


Esses números mostram que as pessoas estão cada vez mais conectadas, e as pessoas devem estar atentas e acompanhar essa transformação pela qual o mundo passa, dedicando tempo para o crescimento digital.

O brasileiro é um dos que mais passa tempo nas redes sociais, mostrou pesquisa da empresa norte-americana comScore. Ainda conforme o estudo ficamos, em média, 4h41min conectados em nossos dispositivos móveis, diariamente. Isso é um indicativo de que as empresas e marcas devem estar onde as pessoas estão.


O ano de 2020 foi crucial para a transformação digital das empresas e trouxe novos modelos de trabalho, de atendimento ao cliente e impactou na autoridade e credibilidade de qualquer um que queira destacar-se da multidão. Segundo o site Business Insider, durante o isolamento social, o mercado de influenciadores digitais aumentou mais de 70%. Porém, o desafio é agregar, de fato, valor e conteúdo a uma determinada área de atuação, para ter credibilidade e autoridade.


O Brasil registra 150,4 milhões de usuários na internet


Segundo o jornalista Roberto Monteiro de Pinho, presidente da Associação Nacional e internacional de Imprensa -ANI, os números tendem a crescer na medida em que o serviço de telefonia móvel melhore e o custo para acessá-la se torne mais acessível. “A internet transformou a vida das pessoas, e no cenário da pandemia, ela se tornou essencial para a sociedade nos aspectos da informação e do laser social. Por ser fonte de consulta e informações a mídia pode garantir um dos mais relevantes serviços, que é o acesso a educação via online”.


O cidadão pode acessar desde órgãos públicos e empresas privadas para saber o que elas oferecem e checar a qualidade de produtos e serviços, isso sem contar com o canal do consumidor que é primordial para segurança digital e de compra no sistema eletrônico via aplicativo e de pesquisa de sites na internet.


“A era digital é uma ferramenta que oferece a sociedade um espaço democrático, garantido pela Constituição de 1988 no seu artigo 5°, para manifestações até mesmo do desapreço a política e a cobrança de atos dos agentes públicos, dos governantes e até do judiciário” – concluiu o dirigente.


Mais do que nunca, a internet e as redes sociais tornaram-se fundamentais para a comunicação de marcas e pessoas. No Brasil, são 150.4 milhões de usuários na internet e 66% da população é ativa em redes sociais, segundo relatório da Digital in 2020, desenvolvido pela We Are Social.


Núcleo de conteúdo: ANIBRPress/Imagem: editoria

Posts Em Destaque
Posts Recentes